AGP Gabon: Olam apporte son soutien financier à deux jeunes entrepreneurs du village Bemboudié AGP Gabon:Jean Stanislas Ellang en soutien aux personnes handicapées ANP Ouverture à Tahoua de la 9ème édition des journées des communes du Niger ANP Le Président Issoufou assiste par visioconférence à une table ronde sur les changements climatiques ANP Le Président Issoufou Mahamadou préside une réunion de Haut Niveau du Conseil de Sécurité de l’ONU MAP Josep Borrell brise les rêves séparatistes du polisario et de l’Algérie MAP Vaccin anti-Covid19: Des conventions signées avec deux laboratoires (El Otmani) MAP Casablanca: Coup d’envoi d’une campagne de distribution de masques et de gel hydroalcoolique au profit d’associations MAP 64-ème Conférence générale de l’AIEA: Le rôle et les responsabilités du FNRBA au centre d’un panel organisé par l’AMSSNuR GNA Togbe Kotoku IX commends Peace Council, calls for more engagement

Covid-19: Municípios recebem financiamento de fundo do Luxemburgo para mitigar crise socioeconómica


  27 Juillet      7        Economie (9732),

   

Cidade da Praia, 27 Jul (Inforpress) – As câmaras municipais vão beneficiar de um financiamento, criado por um fundo suportado pela cooperação luxemburguesa em cerca de 100 mil contos, para poderem mitigar crise socioeconómica provocada pela pandemia da covid-19.

Segundo o presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde, Manuel de Pina, em declarações à Inforpress para explicar sobre o projecto a ser apresentado segunda-feira, o fundo vai ser dividido por todos os municípios com base no critério do fundo de ambiente.

“Vamos basear no critério do fundo do ambiente, para distribuir o financiamento, porque se trata de um projecto cujo objectivo, mais concreto, é a área sanitária”, disse, realçando por outro lado, que a cada município deve caber a quantia de 3 a 10 mil contos, isso tendo em consideração o número da população.

Conforme Manuel de Pina, o projecto a ser apresentado com objectivo de mitigar a covid-19 deve ser de intervenção rápida objectiva e concreta, e passa por acções de mobilização, sensibilização, reforço de capital de intervenção, construção civil, serviços de saneamento de câmara e empoderamento das famílias e mulheres.

“É um fundo que chega em bom momento e será distribuído a todos os municípios de acordo com os critérios do fundo de ambiente. A cooperação luxemburguesa é um exemplo fenomenal nestes casos, pelo que devemos agir para resultados práticos e rápidos”, acrescentou.

A distribuição do fundo às mulheres e famílias, de acordo com aquele responsável, será feita de acordo com o diagnóstico existente no município, visto que todas as famílias estão bem identificadas.

Neste processo, garantiu, não haverá problemas de se saber quem apoiar com o fim de contribuir para o seu empoderamento.

Face a previsão de desemprego, quase 190 mil pessoas neste ano 2020, sendo a atingir mais os que vivem de rendimento do sector informal e mulheres, Manuel de Pina avançou que, na actualidade, todos os municípios têm presente a situação de género, pelo que as mulheres por serem na maioria chefes de família, vão ser contempladas com projectos de empoderamento.

A apresentação da proposta, que é do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Governo de Cabo Verde, acontecerá com o apoio do Ministério das Finanças, Direcção Nacional do Planeamento e a Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde.

O projecto Covid-19 tem como finalidade apoiar os municípios mais afectados pela crise socioeconómica provocada pela pandemia.

PC/CP

Inforpress/Fim

Dans la même catégorie