AIP Baromètre des CEOs africains 2020 : La Côte d’Ivoire, pays le plus attractif pour les investisseurs (Etude) AIP Inter/ Alassane Ouattara appelle à une riposte collective contre la COVID-19 AIP Visite d’État: Des cadres de Manfla mobilisent les populations pour le meeting à Zuénoula AIP Visite d’Etat: 1.200 habitants du quartier Proniani de Sinfra connectés au réseau électrique AIP Visite d’État: CI-Energies soutient le secteur éducatif de Sinfra AIP Visite d’Etat: Ouattara va procéder à la mise sous tension électrique de trois villages de Zuénoula AIP Visite d’Etat: les villages de Baazra I, Baazra II et Klazra reconnaissants au chef de l’Etat AIP Visite d’Etat: Les travaux de bitumage de l’axe routier Sinfra-Bouaflé lancés AIP Inter/ Ouattara exprime sa gratitude aux partenaires internationaux engagés pour la réussite de l’élection présidentielle AIP Visite d’Etat : Plaidoyer pour l’électrification de la maternité de Baazra

Diplomacia/”Cabo Verde está a trabalhar para abrir uma embaixada na Guiné-Bissau”, diz Ministro


  4 Août      8        Politique (11356),

   

Bissau, 04 Ago 20 (ANG) –  O ministro do Estado e da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, garantiu segunda-feira que o Governo está a trabalhar para abrir uma embaixada de Cabo Verde na Guiné-Bissau.

O governante falava aos jornalistas no final da cerimónia de inauguração das novas instalações da Embaixada da Guiné-Bissau em Cabo Verde, quando questionado sobre a possibilidade de abertura de uma representação diplomática de Cabo Verde naquele país lusófono.

“Nós, neste momento, estamos a trabalhar nesse sentido. Como sabem, há reciprocidade. Neste momento, a Guiné-Bissau está a abrir aqui a sua embaixada por impulso do Governo caboverdiano e esperamos que brevemente isso aconteça na Guiné-Bissau. Cabo Verde vai ter uma estrutura também para funcionamento da nossa embaixada”, disse.

Fernando Elísio Freire realçou a necessidade dos dois países potenciarem as suas relações de amizade e cooperação, sublinhando que, para além da Guiné-Bissau e Cabo Verde terem a mesma língua, relações consanguíneas, interesses comuns, há ainda o facto de os dois países pertencerem a espaços dinâmicos que demandam diálogo e concertação.

“Aproveitar o facto de tanto a Guiné-Bissau como Cabo Verde pertenceram ao mesmo espaço, nomeadamente CPLP, CEDEAO e a União Africana e potenciarmos isso para o reforço das relações e também das relações dos respectivos países com o mundo”, sustentou.

Por seu lado, o embaixador da ,Guiné-Bissau, M´Bala Alfredo Fernandes adiantou que é vontade do Governo da Guiné-Bissau que haja reciprocidade entre os dois países.

“Em 2018, ainda quando o actual Presidente era primeiro-ministro, ele decidiu e entendeu por bem o presidente José Mário Vaz que devíamos abrir uma embaixada em Cabo Verde, elevando o consulado geral para uma embaixada, no sentido de não só promover a integração da comunidade, mas porque há uma vontade política de haver uma concertação política entre os dois Estados, no âmbito das relações internacionais”, indicou

Neste sentido, adiantou que a Guiné espera que também, desde que estejam reunidas as condições, Cabo Verde possa abrir a sua embaixada na Guiné-Bissau para responder e a essa reciprocidade.

Sobre as novas instalações  inauguradas, sitas na rua de UCCLA, no bairro de Achada Santo António, cidade da Praia, M´Bala Alfredo Fernandes disse tratar-se de uma estrutura muito melhor para o funcionamento de uma embaixada que a Guiné-Bissau merece em Cabo Verde.

Para além de tratar de assuntos consulares, o espaço pode ainda ser utilizado pela comunidade para realização de ateliês, debate e tertúlias, convívios e ainda para exposição das peças de arte e artefactos culturais da Guiné-Bissau e Cabo Verde.

“Isto será uma casa para vender aquilo que é bom da nova imagem da Guiné-Bissau em Cabo Verde que muitos já almejavam de conhecer, pelo menos a nova geração”, disse o diplomata guineense. ANG/Inforpress

Dans la même catégorie