GNA GJA condemns threat against Parliamentary Press Corps GNA Parliament and media must cooperate in the national interest – Ayeboafoh GNA GNA partners Nestle Ghana on social campaign on iron deficiency GNA Countries must be ready to deal with possible first case – WHO GNA Practice good lifestyles and eating habits-Prof Akosa GNA Ghanaian students in China have receives funds GNA Lancaster University Ghana appoints Prof McIver as new Provost GNA Award scholarships to poor but brilliant students – GRASAG GNA Parliament approves proposed $993m multi-purpose Pwalugu Dam project GNA Internal Auditors need autonomy to end corruption- Domelevo

Itália: Angola eleita para Conselho de Emolumentos do FIDA


  14 Février      7        Economie (7801),

   

Roma, 14 de Fevereiro (ANGOP) – Angola foi eleita nesta quarta-feira (12), em Roma, membro do Conselho de Emolumentos do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA).
O Conselho de Emolumentos é o órgão subsidiário do Conselho de Governadores que fiscaliza as acções desta Agência das Nações Unidas.
A delegação angolana ao evento foi encabeçada pela representante permanente de Angola junto do FIDA, embaixadora Fátima Jardim, em representação do Ministro da Agricultura, António Francisco de Assis.
O fórum debateu também a situação dos camponeses e dos povos indígenas, que clamam pelo respeito às diferenças e o direito à terra, aos recursos naturais, a soberania ética e cultural.
Os delegados consideraram que o FIDA pode ser mais eficaz para disponibilizar apoio aos países através da diversificação e ampliação das fontes de financiamento, estabelecendo  parcerias públicas e privadas.
Em Angola, onde dois terços da população, na sua maioria mulheres e jovens, está empenhada na agricultura, os empréstimos do FIDA apoiam o esforço do Governo para melhorar a segurança alimentar e reconstruir os meios de subsistência da população rural pobre, através do desenvolvimento rural e agrícola.
O Conselho de Governadores, que analisou também o refinanciamento do FIDA e a mobilização de fundos para as pessoas pobres do mundo, foi aberto pelo presidente do FIDA, Gilbert Houngbo.

Dans la même catégorie