ANP Niger : Le Parti MPR Jamhuriya investit son président Albadé Abouba candidat aux élections présidentielles 2020-2021 ANP Le Niger à la tête du conseil de sécurité de l’ONU : Conférence grand public à Niamey pour expliquer les enjeux ANP Maradi : Les acteurs politiques à l’école de la gestion des dossiers de candidature pour les élections 2020-2021 ANP Niamey: Le gouvernement entend reloger les sinistrés des inondations dans un camp aménagé AIP Côte d’Ivoire-AIP/Covid-19: remise de kits sanitaires au district d’Adiaké AIP Côte d’Ivoire-AIP/ L’Imam central de Bondo intronisé AGP Gabon : Le directoire du CLR reçu au siège du PDG MAP « Africa Innovation Week 2020 »: L’EMSI remporte le Grand Prix et quatre médailles d’or AGP Gabon/Covid-19: Une opération d’appui aux personnes vulnérables lancée à Libreville AGP Gabon: Le Syndicat la Sentinelle souhaite des réformes profondes de la Marine marchande

Secretário executivo da CPLP felicita Brasil pelo 198º aniversário da independência


  7 Septembre      17        Politique (11213),

   

Cidade da Praia, 07 Set (Inforpress) –  O secretário executivo da CPLP, Francisco Telles, felicitou hoje o Presidente da República Federativa do Brasil, Jair Bolsonaro, pela celebração do 198º aniversário da independência do Brasil, assinalada a 7 de Setembro.
Em carta enviada ao chefe de Estado, o secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) realçou “o papel activo do Brasil no reforço dos laços entre os membros da CPLP e as iniciativas de cooperação a todos os níveis desenvolvidas pelo governo brasileiro”.
Aproveitando a oportunidade, Francisco Telles formulou ainda votos de “um crescente empenho do Brasil, enquanto um dos estados fundadores da organização, em prol da promoção dos objectivos da CPLP e da Língua Portuguesa à escala global”.
No 7 de Setembro é celebrado o Dia da Independência do Brasil. A data é considerada um dos acontecimentos mais importantes para a história do país, uma vez que, esse episódio corresponde à quebra de domínio português sobre a nação, principalmente nas relações econômica e política.
Uma data imortalizada na história nacional e que remete a 1822, quando às margens do Rio Ipiranga, na província de São Paulo, e cercado pela guarda imperial, Dom Pedro I proclamou o Brasil independente de Portugal.
Nesse dia, D. Pedro se encontrava às margens do riacho Ipiranga em São Paulo, quando recebeu os últimos decretos de Lisboa, um dos quais o transformava num simples governador, sujeito às autoridades das cortes.
Esta ocasião também é chamada de “Grito de Independência”, pois Dom Pedro teria dito em alto e bom som a frase “independência ou morte” à guarda que o acompanhava.
CM/ZS
Inforpress/Fim

Dans la même catégorie