GNA COVID-19: GHS to source more vaccines GNA NYA develops programme framework to encourage youth volunteerism GNA Diasporan Africans in Canada donate to Street Academy APS CORONAVIRUS : 712 NOUVELLES CONTAMINATIONS ET 05 DÉCÈS ANP Niger : Les épreuves écrites de la session 2021 du baccalauréat, prévues pour le 27 juillet, reportées au 4 août prochain ANP Le Niger se dote d’une stratégie nationale de couverture sanitaire universelle pour la période 2021-2030 ACAP Plus de 300.000 doses de vaccin Johnson-Johnson offertes à la RCA ACP Les ministres provinciaux de l’éducation invités à lutter contre les antivaleurs dans leurs entités ACP Sud-Kivu : 153 personnes touchées par la covid-19 en cette troisième vague ACP L’ambassadeur américain Mike Hammer visite le barrage d’Inga

Santo Antão: Perto de 1.500 crianças devem ser vacinadas contra o sarampo e rubéola no município do Porto Novo


  6 Novembre      54        Photos (4356), Santé (11002), Société (34415),

   

Cidade da Praia, 06 Nov (Inforpress) – Porto Novo possui mais de 1.500 crianças a partir dos nove meses e antes de completar cinco anos, população alvo da campanha de vacinação contra sarampo e rubéola, que começa quarta-feira, em todo o território nacional.

Segundo as projecções do Instituto Nacional de Estatística, Porto Novo dispõe de 1.589 crianças nessa faixa etária, mas a delegada de saúde deste concelho, Isaulina Delgado, estima que o número real seja de 1.509 crianças, das quais 95 por cento (%) deverá ser vacinada nesta campanha, com duração de uma semana.

Todo o pessoal da delegacia de saúde estará envolvido nessa operação que abrange as crianças entre os nove e 59 meses, e que decorrerá nos jardins infantis, escolas e nos diversos postos fixos montados em todas as localidades.

Com a mobilidade das pessoas, vai ser “difícil” atingir todas as crianças, segundo Isaulina Delgado, que acredita, porém, que, pelo menos, 95% da população alvo neste concelho será alcançada, aliás, um dos objectivos propostos pelo Ministério da Saúde para esta campanha, que visa ainda contribuir para a eliminação do sarampo nesta região africana até 2020.

JM/ZS

Dans la même catégorie