AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le COGES du Collège moderne de Gbéléban dresse son bilan 2020 AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le PNUD équipe le ministère des Eaux et Forêts de drones pour la sauvegarde du couvert forestier APS COVID-19 : 224 NOUVELLES INFECTIONS ENREGISTRÉES (MINISTÈRE SANTÉ) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Opération « AGIR 3 »: 970 jeunes de la région de Gbêkê reçoivent des chèques d’un montant de 436,5 millions FCFA AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le REPSFECO-CI appelle les candidats aux législatives au respect du jeu démocratique AIP COVID-19: La réception du vaccin est une chance pour la Côte d’Ivoire (Micro-trottoir) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Début de campagne électorale timide pour les législatives 2021 à Dimbokro AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Des leaders communautaires de Bondoukou formés en matière de paix et de cohésion sociale MAP La BAD et Inwi scellent un partenariat pour soutenir les start-up innovantes MAP Remise du prix Brahim Akhiat pour la diversité culturelle dans sa 2ème édition

Cabo Verde/Embaixador Camilo Leitão da Graça promete “reforçar” as relações entre Cabo Verde e Guiné Bissau


  5 Février      17        Diplomatie (945),

   

Bissau, 05 Fev 21 (ANG) – O diplomata Camilo Leitão da Graça disse hoje que a sua nomeação como primeiro embaixador residente na Guiné Bissau é “uma responsabilidade, mas não acrescida” e prometeu “reforçar as relações” entre Cabo Verde e Guiné Bissau.

Instado sobre as suas prioridades, enquanto representante da Cidade da Praia em Bissau, o diplomata de carreira deixou entender que vão no sentido de “reforçar as relações instituições”, sublinhando que tanto Cabo Verde como Guiné tem “alguma coisa a dar um ao outro”, sobretudo na parte comercial.

Apontou a formação e as trocas comerciais como uma das suas prioridades, enquanto embaixador.

Entretanto, disse que o comércio entre dois países vai depender das linhas marítimas e aéreas directas entre os dois países.

Camilo Leitão da Graça fez essas considerações à imprensa, à margem do acto da sua tomada de posse, o qual foi presidido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades e da Integração Regional, Rui Figueiredo Soares.

Prometeu, por outro lado, criar um “ambiente de esperança” à comunidade cabo-verdiana residente na Guiné-Bissau, para que se integre “cada vez melhor” na sociedade guineense.

O ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades deve visitar, no final deste mês, a Guiné-Bissau para preparar a visita do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que, segundo ele, está prevista para “breve”.

Anunciou que neste fim-de-semana Cabo Verde pode receber a visita da ministra dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, portadora de uma “mensagem especial” do chefe de Estado bissau-guineense e que vai ser uma oportunidade para se acertar sobre qual será a “melhor oportunidade” para a visita de Ulisses Correia e Silva.

Guiné-Bissau é um país da África Ocidental que faz fronteira com o Senegal ao norte, Guiné ao sul e a leste, e com o Oceano Atlântico a oeste. O território guineense abrange 36.125 quilómetros quadrados de área, com uma população estimada de 1,6 milhão de pessoas.

O Produto Interno Bruto (PIB) ‘per capita’ do país é um dos mais baixos do mundo. É membro da União Africana, Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, Organização para a Cooperação Islâmica, União Latina, Comunidade de Países de Língua Portuguesa, Francofonia e da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul.

Dans la même catégorie