APS FATICK : LE PRÉSIDENT DE LA CEDA DÉCÈDE D’UN MALAISE LORS DE LA FINALE DE LA CAN APS MONDIAL U19 : UN BILAN POSITIF MALGRÉ LA 15ÈME PLACE DES LIONCEAUX (ENTRAINEUR) APS UEMOA : L’ACTIVITÉ DANS LES BTP S’EST DÉGRADÉE EN AVRIL (PUBLICATION BCEAO) MAP Guelmim: Début de la 9ème édition du Festival de la semaine du dromadaire MAP Côte d’Ivoire : 26,3 M€ alloués à la gratuité des soins MAP Mercato : l’Ivoirien Jean-Michaël Seri prêté à Galatasaray GNA Three billion cedis road infrastructure projects to start nationwide GNA Group to check misuse of drugs in Sabon Zongo formed APS MACKY SALL ANNONCE LE VERSEMENT D’UNE PRIME DE 20 MILLIONS AUX LIONS APS MACKY SALL : « TRAVAILLONS POUR REMPORTER LA CAN DANS 2 ANS »

Circulação de informações nas redes sociais dá mais responsabilidade aos jornalistas – chefes de redacção da Lusa


  18 Juin      8        Société (51002),

   

Praia, 18 Jun (Inforpress) – Os chefes de redacção da agência noticiosa portuguesa (Lusa), Paulo Nogueira e João Pedro Fonseca, defenderam que a circulação de informações nas redes sociais não põe em perigo o jornalismo, mas, muito pelo contrário, dá mais responsabilidade aos jornalistas.
Em conversas com a Inforpress, Paulo Nogueira e João Pedro Fonseca, que estão na Cidade da Praia para ministrar uma formação sobre Jornalismo de Agência aos jornalistas da agência cabo-verdiana de notícias, afirmaram que as redes sociais fizeram com que a informação circulasse quase que sem controlo o que dá aos jornalistas uma maior responsabilidade.
Segundo defenderam, os jornalistas são especialistas da informação e, portanto, as pessoas têm de recorrer aos jornalistas para perceber o que é verdade e o que não o é. Para os chefes de redacção da Lusa, o jornalismo não está em perigo, antes pelo contrário, “o seu papel é cada vez mais importante, cada vez mais forte”.
Uma importância que deve ser assumida, conforme defenderam, principalmente pelas agências noticiosas, que são marcadas pelo rigor. “Somos uma referência para quem consome informação, se sabe que isto é de uma agência é porque é verdadeiro, e é isto que vamos trazer para esta formação”, afirmou Paulo Nogueira.

Dans la même catégorie