Inforpress São Vicente: Presidente do Mindelact representa Cabo Verde no 1º Congresso Internacional de Espectadores de Teatro em Barcelona Inforpress HUAN já pode fazer exames de imagem aos doentes na Unidade de Cuidados Intensivos Inforpress Governo traça estratégias para desenvolver ecossistema de inovação Inforpress São Vicente: Cruzeiros do Norte lança campanha a favor de famílias do Calhau afectadas pelas chuvas Inforpress Ilha do Sal: Cientistas da NASA partilham lançamento de balão para pesquisas espaciais com alunos do liceu AIP La CIE engagée aux côtés du gouvernement dans la transition énergétique Inforpress Andebol: Académica da Boa Vista e ASA Stars da Praia são finalistas do campeonato nacional sénior masculino AIP Les mosquées historiques de Kong réhabilitées pour accueillir les festivités du Maouloud AIP ICI définit une nouvelle stratégie pour renforcer l’impact des projets dans les communautés (Rapport) APS CMU-DAARA: Un comité crée à Thiès pour suivre l’enrôlement des talibés dans les mutuelles de santé

Governo incentiva criação de empresas prestadoras de serviços com drones para a agricultura


  18 Août      6        Agriculture (3128), Technologie (670),

   

Cidade da Praia, 18 Ago (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, disseesta quarta-feira que o governo está a incentivar a criação de empresas prestadoras de serviços no campo da agricultura com recurso à utilização de drones.
O governante fez estas declarações à imprensa no final de uma formação sobre pilotagem de drones para a agricultura e reflorestação de precisão, promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), através do Laboratório de Aceleração (AceleratorLab), em parceria com o Ministério da Agricultura e Ambiente.
Esta formação representa, segundo o titular da Agricultura e Ambiente, um dos primeiros passos a dar no sentido de se estruturar todo um serviço prestado através de drones.
“Nós sabemos hoje que há uma larga franja de serviços que são prestados, desde logo sementeiras, tratamentos fitossanitários, trabalhos de estatística, reconhecimento de situação fitossanitário das culturas, dentre outros, que são hoje prestados por empresas que detêm drones e aplicativos muito específicos para esses trabalhos da agricultura”, afirmou.
Gilberto Silva prosseguiu ressaltando que o que o Governo pretende é simplesmente incentivar a criação desses serviços, ao nível do privado, pontuando ser certo que o Ministério da Agricultura e Ambiente vai ser cliente e, ao mesmo tempo, promotor de empresas, especialmente de jovens neste domínio.
“Nós temos já alguns incentivos, designadamente comparticipação com 10% num pacote de crédito para a retoma dos sectores económicos e, naturalmente a agricultura, com uma taxa de juros que vai ao máximo 3,5%, numa carência, no mínimo de seis meses, mas, acima de tudo, com garantia do Estado, que pode ir até 80%, sem contar com a comparticipação, fundo perdido do Ministério da Agricultura e Ambiente”, frisou.
Concluindo, Gilberto Silva disse ser da opinião do Governo que um projecto de drones, para a prestação de serviços, se enquadra muito bem no pacote de iniciativas incentivadas.

Dans la même catégorie