MAP Tour du Sahel de cyclisme (4è étape) : le Maroc confirme sa suprématie MAP Elections au Nigeria: L’INEC teste l’identification biométrique MAP Présidentielle au Liberia: George Weah investi par son parti pour un second mandat APS le Sénégal remporte le CHAN MAP Nigeria: Trois morts dans l’effondrement d’un immeuble à Abuja APS Kédougou : Le village de Bandafassi à l’heure du Festival des minorités ethniques APS Modernisation de l’agriculture: Macky Sall lance un programme de 85 milliards de FCFA APS Cancers: La subvention de la chimiothérapie a augmenté de 500 millions francs CFA en 2023 (officiel) APS Plus de 4000 tonnes de graines d’arachide collectées par la SONACOS dans la zone de Kaolack (DG) MAP Un médecin de l’OMS libéré dans le nord du Mali

Governo incentiva criação de empresas prestadoras de serviços com drones para a agricultura


  18 Août      14        Agriculture (3509), Technologie (780),

   

Cidade da Praia, 18 Ago (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, disseesta quarta-feira que o governo está a incentivar a criação de empresas prestadoras de serviços no campo da agricultura com recurso à utilização de drones.
O governante fez estas declarações à imprensa no final de uma formação sobre pilotagem de drones para a agricultura e reflorestação de precisão, promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), através do Laboratório de Aceleração (AceleratorLab), em parceria com o Ministério da Agricultura e Ambiente.
Esta formação representa, segundo o titular da Agricultura e Ambiente, um dos primeiros passos a dar no sentido de se estruturar todo um serviço prestado através de drones.
“Nós sabemos hoje que há uma larga franja de serviços que são prestados, desde logo sementeiras, tratamentos fitossanitários, trabalhos de estatística, reconhecimento de situação fitossanitário das culturas, dentre outros, que são hoje prestados por empresas que detêm drones e aplicativos muito específicos para esses trabalhos da agricultura”, afirmou.
Gilberto Silva prosseguiu ressaltando que o que o Governo pretende é simplesmente incentivar a criação desses serviços, ao nível do privado, pontuando ser certo que o Ministério da Agricultura e Ambiente vai ser cliente e, ao mesmo tempo, promotor de empresas, especialmente de jovens neste domínio.
“Nós temos já alguns incentivos, designadamente comparticipação com 10% num pacote de crédito para a retoma dos sectores económicos e, naturalmente a agricultura, com uma taxa de juros que vai ao máximo 3,5%, numa carência, no mínimo de seis meses, mas, acima de tudo, com garantia do Estado, que pode ir até 80%, sem contar com a comparticipação, fundo perdido do Ministério da Agricultura e Ambiente”, frisou.
Concluindo, Gilberto Silva disse ser da opinião do Governo que um projecto de drones, para a prestação de serviços, se enquadra muito bem no pacote de iniciativas incentivadas.

Dans la même catégorie