GNA COVID-19 calls for renewed commitment, Bishop Grant Essilfie GNA No School children was drowned in floods-NADMO Director GNA Men encouraged to be agents of change GNA Increase legal fine for perpetrators of child marriage – Facilitators GNA GRNMA urges managers to direct attacks to employer GNA Don’t undermine the COVID protocols GNA GNCCI establishes credit union to support businesses GNA Ghanaians are appreciative of President Akufo-Addo’s achievements- CVM GNA New National decentralisation policy and strategy to promote downward accountability and economic development GNA NADMO, police probe death of Ghanaian juvenile players

Parlamento: MpD enaltece “despartidarização” das questões das comunidades e “melhorias” no atendimento nos consulados e embaixadas


  18 Juillet      13        Politique (11219),

   

Cidade da Praia, 18 Jul (Inforpress) – O Movimento para a Democracia (MpD, poder) enalteceu esta quarta-feira no parlamento aquilo que considera ser a “evolução substancial da despartidarização das questões” relacionadas com as comunidades emigradas e “melhorias no atendimento” nos consulados e embaixadas.
Intervindo no período de questões gerais, o deputado do MpD pelo círculo eleitoral da Europa, Emanuel Barbosa, elencou como sinal dessa evolução a recente implementação do consulado online, que na sua óptica, trouxe “um elemento moderno” na relação entre os emigrantes e os consulados, deixando de ser “um martírio para os emigrantes” a emissão dos passaportes.
Para além disso, lembrou que o Governo tem organizado a Gala Cabo-verdiana de Sucesso para se homenagear os cabo-verdianos que se distinguem na diáspora como forma de” promover a sua afirmação pessoal e profissional” e por esta via “divulgar e servir Cabo Verde no mundo.”
A este propósito, recordou que o Executivo inaugurou nos dias 05 e 07 de Julho o Centro Cultural Cabo Verde em Lisboa (Portugal), e o Consulado Geral, em Nice (França).
O deputado do MpD considerou que a abertura do centro cultural foi o lançamento de “uma plataforma para potenciar o activo cultural” de Cabo Verde no mundo e o consulado em Nice é a resposta de uma reivindicação antiga das comunidades do sul da França que eram obrigados a se deslocarem a Paris para tratar de documentos.
CD/ZS

Dans la même catégorie