AGP Des bulldozers attendus dans les zones inondables MAP SAR le Prince Héritier Moulay El Hassan préside à Kénitra la cérémonie de sortie de la 19è promotion du Cours supérieur de défense et de la 53è promotion du Cours État-Major MAP Honoris United Universities accompagne 54 jeunes femmes entrepreneures du continent africain AGP Bientôt une usine d’assemblage et de montage de tablettes AGP Kankan-Education :1680 candidats à l’examen de sortie des écoles professionnelles session 2019. AGP Assemblée nationale : Adoption du projet de loi relatif à l’usage des armes par la gendarmerie nationale. ANP Journée mondiale contre la drogue 2019 : destruction d’importants stocks des stupéfiants Konni ANP Le Niger veut réduire le taux de prévalence basée sur le genre de 28,4% à 15,4% d’ici 2021 ANG Dois golos em três minutos dão triunfo aos Camarões contra a Guiné-Bissau na abertura do grupo F ANG Bissau acolhe ateliê sobre redução de capturas de tartarugas e aves marinhas na Sub-Região

Santa Catarina: Autarquia promove campanha de sensibilização sobre questões do ambiente e saneamento


  9 Août      49        Développement durable (3820),

   

Praia , 09 Ago (Inforpress) – A Câmara Municipal de Santa Catarina (Ilha de Santiago) tem em curso uma campanha de sensibilização das pessoas visando a mudança de mentalidades para as questões do ambiente e saneamento, com ênfase nos resíduos sólidos.

Em declarações à Inforpress, o vereador do Ambiente e Saneamento, Vladimir Brito, explicou que a iniciativa vai estar porta a porta para sensibilizar os munícipes que a questão não se resume a colocar a lixo no contentor, mas colocá-lo de forma correcta, de forma que quando for recolhido possa ter um bom tratamento.

A campanha porta a porta liderada pelo Gabinete de Sensibilização criado para tal, composto por técnicos e fiscais, conforme fez saber, já esteve nos bairros do centro da cidade, como Bolanha, Fundo Cutelo, Cobão Ribeiro, Nhagar, Tarrafalinho, São Bento, Achada Riba, Cumbém e Chão de Santos, devendo prosseguir-se para outras “zonas identificadas como tendo maiores problemas com o tratamento de resíduos sólidos”.

Segundo o autarca, nesta primeira fase, além de sensibilizar os moradores sobre o lixo deixado a céu aberto e dos perigos que representa para a saúde e o meio ambiente, a equipa de fiscalização também informará as pessoas sobre coimas aplicadas a quem persiste em tais práticas, cujas multas podem ir até aos 1.500 contos.

Dans la même catégorie