APS KAFFRINE : UN CANDIDAT AU BAC EXCLU POUR USAGE DU TÉLÉPHONE APS FATOU KINÉ DIAKHATÉ, UN NOUVEAU DÉPART AVEC L’ART-THÉRAPIE GNA Government to install robust systems to stem threats at Ghana’s frontiers GNA Government make strides in road construction GNA Residents of Chorkor sensitized on gender-based violence GNA Three Ghanaians emerged winners in 2021 Women in Agribusiness Awards APS CM2022 : LES REQUINS BLEUS JOUERONT LEUR PREMIER MATCH À MINDELO EN SEPTEMBRE (SÉLECTIONNEUR) APS LA COUR SUPRÊME SE VEUT « TRÈS ATTACHÉE À L’ACCÈS AU DROIT » (PREMIER PRÉSIDENT) APS GCO DIT AVOIR PRODUIT 362. 000 TONNES DE SABLES MINÉRALISÉS AU COURS DU PREMIER SEMESTRE 2021 APS THIÈS : AUTORITÉS ACADÉMIQUES ET ADMINISTRATIVES SATISFAITES DU DÉMARRAGE DU BAC

ARME define novas tarifas para os serviços urbanos de abastecimento de água e de saneamento


  31 Décembre      20        Société (34508),

   

Cidade da Praia, 31 Dez (Inforpress) – As empresas Águas de Santiago (AdS), Electra, Águabrava, APP e APP-Ambiente (Sal) têm, a partir de 01 de Janeiro de 2020, novas tarifas dos serviços urbanos de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais.
A informação foi avançada esta segunda-feira pela Agencia Reguladora Multissectorial da Economia (ARME), completando que estas tarifas foram aprovadas por deliberação nº 29 do Conselho de Administração daquela entidade reguladora.
Outrossim, aliada àquela deliberação, fez saber a ARME, está o facto da necessidade urgente de, nos termos da lei, garantir a sustentabilidade dos serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais, nos municípios onde estas empresas operam.
Em relação à Electra, informou a entidade que deliberou-se aprovar a tarifa de compra e venda em alta, a fim de mitigar o risco da procura de ambas as partes (Electra e AdS), tendo, por isso, sido adoptada a separação entre a tarifa média global em duas componentes: uma fixa a ser facturada em prestações mensais e a outra componente variável aplicada em função da quantidade de água fornecida pela Electra à AdS.
Já no que diz respeito à AdS, deliberou-se aprovar um aumento de 15% para todas as tarifas actuais, enquanto para as restantes operadoras, nomeadamente, Águabrava, uma redução tarifária nominal de 5% e uma harmonização nos preços para os clientes da APP e da APP- Ambiente, na ilha do Sal.
De acordo com a nova tabela de preços na AdS, os preços variam, sem IVA, dos 230 escudos a 546,25 escudos por cada metro cúbico (m3) por mês, dependendo do escalão que também sofreu alterações.
Assim, para o consumidor que gastar até cinco metros cúbicos de água, correspondente ao 1º escalão, pagará, por cada m3, 230 escudos, quando antes pagava 200 escudos, entre 05 e 10 m3 pagará 345 escudos e no 3º escalão (mais de 10 m3) 542,5 escudos.
Para a indústria, o valor a ser pago passa dos actuais 475 escudos para 546,25 escudos.
Para o turismo, o preço passa igualmente para 546,25 escudos e para os consumos de carácter social, cujo preço era de 300 escudos, vai passar a ser pago 345escudos.
Haverá, igualmente, aumento no escalão do comércio e serviços com o consumo igual ou inferior 20m3 a custar 345 escudos, enquanto o escalão superior a 20m3 sobe para 546,25 escudos.
A água fornecida através de autotanques vai passar a custar 345 escudos, aplicáveis às instituições de carácter social e 546,25 escudos para outros usos. Para a distribuição por fontenários o preço fixou-se em 230 escudos.
Em relação à Águabrava, quem consumir até 5 metros cúbicos pagará 209 escudos por cada m3, enquanto aqueles que gastarem entre 5 e 10 metros cúbicos pagarão 280,90 escudos. Para acima dos 10 metros cúbicos, passa-se a pagar 365 escudos.
Já a água para a indústria e o turismo passa com a nova tabela a custar 365,20 escudos por m3, enquanto a para carácter social 260,90 escudos.
Ainda no novo tarifário da Aguabrava, a água fornecida por autotanques passa a custar 334,20 escudos por metro cúbico.
A água aplicável a regra gota-a-gota custará, com esta actualização, 82m20 escudos por metro cúbico e a aplicável a regra por alagamento e pecuária 129,10 escudos.
Em relação a Aguas e Ponta Preta (APP), no que diz respeito ao saneamento de águas residuais, a ARME fixa o valor de 246,70 escudos por cama/mês, com a tarifa variável de 40,30 escudos por m3.
No comércio 205,50 escudos por clientes/mês, com a tarifa variável de 69 escudos por metro cúbico, enquanto os domésticos pagarão 60 escudos por cliente/mês, com a tarifa variável de 15,30 escudos por m3.
Ainda em relação à APP, no que toca à distribuição de água regenerada, para o turismo a ARME afixou o valor de 177,20 escudos por metro cúbico, 141,12 escudos para a água vendidas os camiões da Câmara Municipal do Sal e outros camiões.
Na Electra a água passa a ser fornecida por 103,4 escudos por metro cúbico.

Dans la même catégorie