APS SENEGAL-POLITIQUE-ELECTION / Macky Sall invité à organiser la présidentielle en tenant compte des limites fixées par le Conseil constitutionnel APS SENEGAL-ENVIRONNEMENT-COLLECTIVITES / Nettoiement : les concessionnaires mettent fin à leur mouvement de grève (communiqué) APS SENEGAL-JUSTICE / A Dakar, 344 détenus ont bénéficié d’une liberté provisoire (officiel) ANG Educação/Ministro Mané diz que o foco do Executivo continua a ser cumprimento dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável(ODS) ANG Educação/DRH do ministério reconhce necessidade de capacitação contínua de profesores AIP REVUE DE PRESSE : les obsèques de Konan Bédié et la visite d’Adama Bictogo en Egypte dominent les Unes des journaux de ce mercredi MAP Burkina Faso : ouverture du Salon international de l’agriculture, de l’environnement et de l’élevage MAP Sénégal: la candidature à la présidentielle n’est pas une condition pour obtenir la liberté provisoire (ministre de la justice) MAP Conférence sur le rôle de la Fondation Mohammed VI des Ouléma Africains dans la préservation de la sécurité spirituelle en Afrique les 24 et 25 février à Kampala MAP Gabon: Huit morts et plusieurs blessés dans un accident de la circulation

Comunicação social/Sinjotecs pede jornalistas para não se divulgar pormenores que prejudiquem a imagem de crianças vítimas de violência


  29 Septembre      28        Société (44421),

 

Bissau, 29 Set 22 (ANG) – O Sindicato Nacional dos Jornalistas e Técnicos da Comunicação Social (Sinjotecs) pediu hoje aos profissionais para nunca divulgarem pormenores de notícias que prejudiquem a imagem de crianças ou qualquer outra pessoa vítima de violências.
O pedido do Sinjotecs foi feito através de um comunicado à imprensa no qual a organização da classe jornalística manifesta a sua indignação face ao que diz ser “comportamento inadequado” de um animador matinal da Rádio Pindjiquiti, Aliu Baldé, que, alegadamente, numa das edições, passou a entrevista de uma adolescente que terá sido vítima de violação sexual numa das salas da 2° Esquadra em Bissau, por três prisioneiros, identificando a menina.

“O Sinjotecs comunga do princípio segundo o qual, o jornalismo deve defender o bem comum, denunciar os abusos e atos criminosos. E quando abordam questões relacionadas com crianças, os jornalistas devem ter um sentido ético muito apurado, no sentido de proteger a criança e não potenciar ainda mais o seu papel de vítima”, refere o comunicado.

O Sinjotecs exige ao jornalista Aliu Baldé que apresente um pedido de desculpa pública pelos danos causados à vítima e a indignação social decorrente do referido ato.

“Os jornalistas devem pensar nas consequências e nos prejuízos para a criança depois da publicação da notícia. Evitar atitudes ou comentários que sejam preconceituosos, insensíveis aos valores culturais que coloquem a criança em perigo ou que a ponha em humilhações ou que reacendam a dor ou o desgosto provenientes de acontecimentos traumáticos.

Dans la même catégorie