ANP Le Président Bazoum réaffirme son engagement à renforcer la lutte contre la corruption au Niger ANP Echanges à Niamey entre le premier ministre Ouhoumoudou Mahamadou et le président de la commission de la CEDEAO ANP Fête de l’indépendance : Des honneurs rendus à plusieurs personnalités ANP Fête de l’arbre sous le thème de ‘’valorisons le moringa pour améliorer l’économie locale’’ ANP Education : Bazoum promet une grande politique de réformes de l’éducation AGP Guinée/Vente de poissons fumés : M’ma Hawa Camara la soixantaine, témoigne les difficultés dont elle fait face dans la pratique de ce métier AIB Interdiction du port du voile au travail en Europe: «une violation des droits des femmes musulmanes», OCI AIB Burkina/Réouverture des frontières : Le gouvernement attend un certain niveau d’immunisation de la population (ministre) ABP Spécial 1er août / « 61 ans d’indépendance doit être compris comme l’expression d’une gouvernance rigoureuse », dixit Charles Gagnon de la 17ème circonscription électorale AIB Zondoma : La publication de l’information budgétaire, bientôt une réalité dans les communes partenaires de l’AMR

Desemprego diminui para 10,7% no primeiro semestre de 2019 – INE


  31 Décembre      19        Société (34632),

   

Cidade da Praia, 30 Dez (Inforpress) – A taxa de desemprego em Cabo Verde diminuiu de 12,2%, em 2018, para 10,7%, no primeiro semestre de 2019, representando uma redução de 1,4 pontos percentuais relativamente ao ano passado, enquanto que de subemprego aumentou 7,0 pontos percentuais (p.p.).
Estes dados indicadores do mercado de trabalho foram segunda-feira divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que também fez saber que a população desempregada é estimada em 24.843 pessoas.
De acordo com um comunicado a população empregada é estimada em 206.300 pessoas. Estes números aumentaram em 11.300 pessoas, face a 2018, contribuindo assim para um aumento da taxa de actividade de 55,6% para 57,1% e da taxa de emprego/ocupação de 48,8% para 50,9%, face aos mesmos indicadores estimados em 2018.
Por meio de residência, regista-se, segundo o INE, uma diminuição da taxa de desemprego no meio urbano em 2,1 p.p., passando de 12,4%, em 2018, para 10,3%, no primeiro semestre de 2019. Já no meio rural, regista-se um aumento em 0,4 p.p., fixando o desemprego em 11,9%.
O INE avançou ainda que, entre os homens, a taxa de desemprego estimada no primeiro semestre de 2019 apresenta uma diminuição de 2,8 p.p., fixando em 9,8% (12,7% em 2018).
Em sentido contrário, regista-se um ligeiro aumento da taxa de desemprego entre as mulheres, que passa de 11,6%, em 2018, para 11,9%, no período de referência.
Os mesmos dados indicam ainda que o grupo etário com maior taxa de desemprego é o dos jovens de 15-24 anos, com 25,7%, tendo, por seu turno, diminuído 2,1 p.p. relativamente ao ano 2018 (27,8%). A seguir vem o grupo etário de 25-34 com 11,2% que, igualmente, regista uma diminuição de 3,8 p.p. (15,0% em 2018).
No meio urbano, lê-se no documento, registam-se 17.440 desempregados e no rural 7.403. Estes dados apontam para uma diminuição no meio urbano de 14,4% (2.923) e um aumento no meio rural de 11,1%, equivalente a 738 pessoas.
Enquanto o desemprego diminui, a taxa de subemprego aumentou 7,0 pontos percentuais, no período em análise, a nível nacional.
Os dados do INE apontam que, no primeiro semestre de 2019, o subemprego afectou 21,7% da população, contra os 14,7%, em 2018. As pessoas que laboram no meio rural foram as mais afectadas (30,1%), assim como as mulheres (27,2%).

Dans la même catégorie