GNA UK rallies support for Ghana’s participation in COP26 GNA President commissions Accra Compost and Recycling Plant (ACARP) ACI Congo : Vers la probation et la vente des pesticides dans le pays ACI Congo : La rentrée andragogique 2021-2022, une grande réussite avec près de 95% de présence ACI Congo : Les femmes édifiées sur la résolution 1325 du Conseil de sécurité APS LA SOCIÉTÉ CIVILE INVITÉE À VEILLER AU RESPECT DE LA PARITÉ AUX PROCHAINES LOCALES APS UNE COUPE DU MONDE TOUS LES DEUX ANS, LA QUESTION TRANCHÉE LE 20 DÉCEMBRE (FIFA) APS LE FILM « LINGUI, LES LIENS SACRÉS », UN APPEL À L’UNION DES FEMMES APS LA BRÈCHE DE SAINT-LOUIS S’EST STABILISÉE AUTOUR DE TASSINÈRE (SPÉCIALISTE) APS L’AMBASSADEUR D’ITALIE SALUE L’ »ESPRIT ENTREPRENEURIAL » DES SÉNÉGALAIS VIVANT DANS SON PAYS

Organização do Festival Internacional de Cinema “Djarfogo Cine-Fest” contará com apoio do Governo – Director executivo


  17 Août      22        Cinéma (205),

   

Cidade da Praia, 17 Ago (Inforpress) – O director executivo do Festival Internacional de Cinema “Djarfogo Cine-Fest” informou segunda-feira, à saída de um encontro com o primeiro-ministro, que recebeu de Ulisses Correia e Silva a garantia 100% de apoio do Governo.
“O senhor primeiro-ministro foi muito simples para connosco. Disse que nos irá apoiar 100% esse projecto, que nos irá dar todo o apoio institucional em termos de carta de conforto, mas sobretudo dar directrizes para o Ministério da Cultura e outras organizações do Governo no sentido de apoiarem este projecto para que, de facto, venha a ser como está desenhado”, afirmou.
Guenny Pires explicou ainda que a organização, que quer fazer eventos semelhantes noutras ilhas e concelhos do País, quer atingir 25 mil pessoas na ilha do Fogo, mas também atingir toda a diáspora via live streaming.
Quanto ao encontro com Ulisses Correia e Silva, este responsável explicou que a sua comitiva foi apresentar um resumo do projecto ao Chefe do Governo.
“Serão cinco dias de festival de cinema na ilha do Fogo, entre 09 e 13 de Novembro, e, sobretudo, os programas que temos com os cineasta convidados. Estamos a falar de cineastas veteranos que participaram na luta e libertação nacional, que gravaram filmes sobre a independência nacional”, continuou, acrescentando que esperam ainda contar com a presença de cineastas mais novos.
Na conversa com o primeiro-ministro, Guenny Pires avançou que abordaram também a possibilidade de trazer outros cineastas da Costa Ocidental Africana, nomeadamente numa parceria com a Guiné-bissau.
“É um orgulho para nós trazer cineastas da Guiné-bissau, mas sobretudo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e também trazer cineastas que, muito embora não sejam de Cabo Verde, mas são cabo-verdianos descendentes”, disse.
O Djarfogo Cine-Fest visa desenvolver o sector de cinema, promover actividade cinematográfica, promover na ilha um espaço de conhecimento, debate e diálogo sobre o cinema, contribuir para formação dos jovens e público de uma forma geral em matéria do cinema, além de despertar as pessoas pela sétima arte.

Dans la même catégorie