Inforpress São Vicente/Futebol: Familiares e amigos rendem homenagem a Dukinha com torneio de veteranos Inforpress Representante do PNUD considera que Cabo Verde tem “desafios importantes” face à “lentidão da justiça” Inforpress Presidente do Siacsa posiciona-se contra o Orçamento do Estado para 2022 Inforpress Mau Ano Agrícola: Câmara de Santa Catarina prevê reabertura de frentes de trabalho com o programa de mitigação Inforpress Índice de volume de negócios aumenta em 15,9% no terceiro trimestre de 2021 face ao mesmo período de 2020 Inforpress Cabo Verde assinala Dia das Pessoas com Deficiência com Unified Sports envolvendo políticos e diplomatas Inforpress Brava: Jovem defende que investir na plantação de capim elefante diminui os efeitos da seca na criação animal  Inforpress Associação Business Angels de Cabo Verde quer fomentar sector do empreendedorismo no país AIP La CEI en campagne pour des élections sans violence AIP Bolloré transport et Logistics présente son expertise sur la gestion des concessions portuaires à « Expo Dubaï 2020 »

Angola: PR considera Igreja parceira para o desenvolvimento


  30 Novembre      36        Politique (19542),

   

Luanda, 30 de Novembro (ANGOP) – O Presidente da Republica, João Lourenço, afirmou, nesta segunda-feira, 30, que conta com a parceria da Igreja no combate à corrupção e à pandemia da covid-19, bem como para o desenvolvimento socioeconómico de Angola.

Ao tomar a palavra, no encontro que manteve com líderes religiosos, o Chefe de Estado disse que o Executivo continua aberto ao diálogo e vai continuar a trabalhar com todos pelo bem-estar dos angolanos e em prol do desenvolvimento harmonioso do país.

O Presidente João Lourenço destacou que foram retidos todos os conselhos, vindos das autoridades religiosas, sobre a vida social e económica do país, já que a Igreja é fonte de paz, justiça e sabedoria. “Vamos aproveitar essa sabedoria da Igreja.

Com certeza vai ser muito útil para ultrapassar os desafios que o país está a enfrentar”, sublinhou o Presidente.

No Palácio Presidencial, o Estadista manteve um diálogo de mais de duas horas com cerca de vinte líderes religiosos, em torno da situação social e económica do país, bem como das acções em curso no quadro do combate à Covid-19.

No final, os religiosos convidaram o Presidente João Lourenço a participar dos cultos religiosos das distintas denominações, ao que o Estadista deu resposta positiva.

Dans la même catégorie